logo-playkidsapp
Fun Friday PlayKids - A diversão tá ON e o preço tá OFF! 17% OFF no plano anual

Como criar uma rede de apoio?

por | nov 24, 2021

Você sabe como criar uma rede de apoio? Essa é uma tarefa fundamental para os pais. Isso porque é ideal que eles tenham ajuda de um grupo de pessoas com quem contar. Contudo, ter uma rede de apoio nem sempre é tão simples.

Leia mais:
Por que criar crianças empoderadas?
O que é criação com apego?
Como fortalecer as relações familiares?

Por isso, considerando a grande diferença que esse grupo pode fazer na vida de pais e filhos, reunimos no texto de hoje algumas dicas que vão ensinar como criar uma rede de apoio. Continue a leitura para conferir!

O que é uma rede de apoio?

A rede de apoio é um grupo de pessoas que estão dispostas a ajudar sempre que necessário. Estas pessoas colaboram de forma ativa no desenvolvimento da criança. Ele pode iniciar com o suporte às mães e pais logo no nascimento. Afinal, nos primeiros meses é um desafio dormir, cozinhar ou mesmo tomar banho com um bebê em casa.

Mais tarde, o grupo pode estender seu apoio à criança, oferecendo referências de adultos com hábitos e brincadeiras. Dessa maneira, saber como criar uma rede de apoio para compartilhar os cuidados da criança é importante não só para o desenvolvimento delas, como também para reduzir a pressão sobre os pais.

Essa rede de apoio pode ser formada por avós, tios, parentes, amigos ou vizinhos. Para que o grupo possa funcionar corretamente e sem desentendimentos, é fundamental que as pessoas estejam em sintonia. Ou seja, combinam com os valores que os pais passam aos filhos.

Por isso, saber como criar uma rede de apoio é tão importante. Assim, é possível evitar confusões e ter ajuda de todos. Com cuidado, você consegue evitar que novos problemas sejam levantados, melhorando o desenvolvimento da criança.

A importância de uma rede de apoio

A criação dos filhos exige paciência, trabalho, dedicação, respeito, cuidado e muitas outras coisas. Geralmente, todas elas permanecem voltadas para a figura da mãe. Isso acaba sobrecarregando e deixando a mulher sem condições de proporcionar uma educação como gostaria. Em alguns casos, pode mexer com sua saúde física e mental dela.

Por esse motivo, ter uma rede de apoio é essencial para que o desenvolvimento infantil seja feito com qualidade. Quando a educação é responsabilidade de uma única pessoa, é quase certo que isso a levará à exaustão.

Uma mãe esgotada não consegue aproveitar os momentos com seu filho. Isso acontece com frequência quando não se pode contar com uma rede de apoio. O cansaço e esgotamento acabam anulando a mãe, visto que muitas vezes ela não consegue ter tempo para si.

Sem a estrutura e auxílio que um grupo de apoio pode oferecer, essa sobrecarga pode causar problemas emocionais. Entre os principais estão a ansiedade e depressão pós-parto.

Como criar uma rede de apoio?

Muitos acreditam saber como criar uma rede de apoio. Nela, contam apenas com o suporte da mãe ou irmã para cuidar da criança em alguns momentos. Contudo, é importante pensar no que pode acontecer quando a família não está disponível para esse apoio. Uma situação como essa pode gerar frustração e sensações de abandono.

Além disso, uma relação de intimidade pode dificultar a imposição de alguns limites. Ainda existem casos em que os familiares vivem em outras cidades, ou não apresentam tempo para ajudar. Por isso, é fundamental saber como criar um grupo de apoio não só com essas figuras familiares.

Deixe claro o que você precisa

Nem sempre as pessoas sabem o que cada um espera delas, principalmente em um período após o nascimento de uma criança, em que tudo se modifica. Por isso, para que sua rede de apoio consiga te ajudar, não hesite em deixar claro o tipo de ajuda que você gostaria de receber. Isso evita desentendimentos e frustrações.

Delegue as tarefas para o grupo

Outra maneira de estruturar sua rede de apoio é preparando uma lista de tarefas ainda durante a gestação. Dessa forma, é possível reunir as pessoas com as quais você poderá contar e dividir as atividades entre elas. Fazer isso com antecedência e deixar combinado é muito mais prático.

Compreenda que as amizades podem mudar

Com a chegada de um filho, principalmente para pais de primeira viagem, é natural que transformações ocorram no círculo social. Alguns amigos que estão em outro momento da vida e não têm afinidade com o universo infantil acabam se afastando.

Muitas vezes, esse distanciamento pode ser uma chateação. No entanto, esse relacionamento pode ser retomado no futuro. Além disso, novas amizades podem surgir com pessoas que estão vivendo o mesmo que você, ou seja, a criação de um filho.

Não tenha vergonha de pedir ajuda

Muitas pessoas acabam se sobrecarregando por vergonha de pedir ajuda aos outros, principalmente as mães. Isso porque pedir ajuda é um grande desafio para todos, considerando que o individualismo e a autossuficiência são características que imperam na sociedade atual.

Contudo, é importante entender que ter o auxílio de outras pessoas ajuda no desenvolvimento da criança, melhora a qualidade de vida dos pais e evita que eles fiquem sobrecarregados e exaustos. Além disso, ao pedir ajuda para alguém da sua rede de apoio, essa pessoa também vai se sentir à vontade para ter você no grupo de ajuda dela, quando for a hora.

Use a tecnologia como aliada

As redes sociais e aplicativos de mensagens podem ser usados de diferentes formas, como criar uma rede de apoio, por exemplo. Assim, os pais podem fazer grupos com parentes e amigos com os quais possam contar e, rapidamente, se comunicar quando precisar de ajuda.

Outro benefício é que, mesmo que não seja possível sair de casa para encontrar as pessoas, a tecnologia permite que os adultos sintam-se próximos, acompanhando os assuntos no grupo. Da mesma forma, novas amizades podem ser criadas, e muitas delas também podem contribuir para a rede de apoio.

Na leitura de hoje você pôde conhecer um pouco mais sobre como criar uma rede de apoio e entendeu a importância desse assunto, contribuindo para que a criança tenha uma educação e desenvolvimento de qualidade, evitando que os pais passem sozinhos por esse caminho.

No Blog PlayKids, você encontra tudo o que precisa saber sobre tecnologia, educação, parentalidade e desenvolvimento infantil, além dos lançamentos e novidades do PlayKids App. Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo!

Categoria:
Família
Escrito por Equipe do Blog PlayKids

Escrito por Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.

Nossas Redes Sociais

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Ebook Original PlayKids

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 5 =

Mais Posts
Por que criar crianças empoderadas?

Por que criar crianças empoderadas?

A palavra empoderamento vem sendo cada vez mais usada em diferentes contextos. Falamos disso, principalmente, como parte do trabalho de movimentos sociais. Porém, isso não está longe da realidade de ninguém, principalmente quem tem filhos. Afinal, por que criar...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest