O que é um jogo educativo?

ago 29, 2021 | Educação & Tecnologia

Os melhores conteúdos para sua criança? Tudo bem, é PlayKids! Acesse o app!

Um jogo educativo é uma atividade lúdica, que busca mais do que somente divertir os seus participantes. Afinal, o objetivo do jogo educativo também é ensinar ou aprimorar novas habilidades e competências, de maneira cativante e interessante. Nesse sentido, os jogos educativos são ferramentas que incentivam o engajamento, o aprendizado e a educação, atraindo crianças e também adultos.

Por meio dos jogos educativos, os participantes podem desenvolver a imaginação, a concentração, o raciocínio lógico, as habilidades motoras e também sociais, por exemplo. Além disso, é uma ótima maneira para estreitar laços e criar experiências inesquecíveis. Quer saber mais sobre o que é um jogo educativo e descobrir como utilizá-lo em casa ou em sala de aula? Confira a matéria abaixo!

Leia mais:
6 desenhos educativos que marcaram nossa infância
A importância dos jogos na educação
Jogar e aprender: uma relação divertida

O que é considerado um jogo educativo?

Não é qualquer entretenimento que pode ser considerado educativo. E compreender isso é bastante importante, para evitar que as crianças sejam expostas a conteúdos inadequados para a sua faixa etária ou mesmo conteúdos que sejam pouco proveitosos para o desenvolvimento infantil.

Um jogo educativo é uma atividade desenvolvida com um intuito específico, que vai além de apenas divertir as crianças. Isso porque ele serve também como auxílio para que elas aprendam sobre determinado tema ou assunto. Além disso, por serem apresentados de maneira lúdica, esses ensinamentos são transmitidos de maneira simplificada.

Dessa forma, trata-se de uma solução estratégica para potencializar o aprendizado das crianças. Com o jogo educativo, os pequenos e pequenas são convidados a interagir, resolver desafios e propor soluções, aprendendo e se divertindo ao mesmo tempo.

A importância dos jogos educativos

O lúdico é muito importante para o desenvolvimento infantil. Por isso, as brincadeiras são bastante úteis no processo de formação das crianças, já que através delas os pequenos e pequenas desenvolvem a cognição, a linguagem, habilidades sociais e também aprendem sobre o convívio social. As regras, por exemplo, são essenciais para que uma criança participe de brincadeiras como “esconde-esconde” ou “pega-pega”. Da mesma forma, o controle de tempo, o uso da estratégia e outras exigências desses jogos educativos também são instrumentos de aprendizagem.

Assim, um jogo educativo permite que o aluno se desenvolva em termos de cultura, criatividade, sociabilidade e muito mais. E pensando na importância do trabalho com habilidades cognitivas e socioemocionais, o jogo educativo pode proporcionar tanto a assimilação do real quanto o entendimento de diferentes pontos de vista, competências essenciais para a vida em sociedade.

Os jogos educativos digitais

Com o avanço das novas tecnologias, surgiram oportunidades inéditas nas mais diversas áreas. Hoje, temos aplicativos que permitem a interação e a comunicação, que facilitam a mobilidade urbana, possibilitam o acesso a filmes, séries e músicas, e até oferecem serviços bancários, por exemplo. Ou seja, vivemos uma verdadeira revolução digital.

Já no universo educacional, as novas tecnologias permitem que os estudantes tenham novas alternativas para viabilizar projetos educativos. Assim, para além do ensino a distância, merecem destaque os jogos educativos digitais, que também podem funcionar como recurso pedagógico para estimular o conhecimento.

Por meio dos jogos educativos digitais, as crianças podem viver novas aventuras, fazer experiências e realizar simulações que seriam muito mais complexas no mundo real, por exemplo. Além disso, há jogos dos mais diversos tipos, focados em letras, sílabas, palavras, números e também no aprendizado do corpo humano, da natureza, da ciência e muito mais.

Benefícios dos jogos educativos

São muitos os benefícios de inserir os jogos educativos, sejam eles digitais ou não, na realidade e no dia a dia das crianças. Isso porque são várias as possibilidades a serem exploradas por meio deles. Sendo assim, quanto mais específico for o tema do jogo, mais interessante ele é para o desenvolvimento infantil.

Além disso, a cada etapa da vida da criança, os adultos poderão apresentar novos jogos educativos:

As crianças entre um e quatro anos de idade podem começar a entender a lógica dos números e o alfabeto de maneira lúdica. Além dos números e das letras, cores, formas geométricas e também os animais também podem ser apresentados por meio de jogos educativos.

Já para crianças entre cinco e oito anos de idade, existem jogos educativos um pouco mais avançados, sobre idiomas, matemática, ciência, geografia, história e linguagem. Alguns deles podem até ser úteis como auxílio para as primeiras atividades na escola: existem várias opções de jogos que trabalham com temas como alfabeto, tabuada, equações e mais.

Como usar os jogos educativos como apoio para educação?

O ideal é que a inserção dos jogos na vida das crianças se dê a partir de uma lógica. É importante, por exemplo, que elas tenham acesso a recursos que potencializam o aprendizado que já acontece na escola. Ou seja, não se trata de apenas recorrer a qualquer solução que as entretenha naquele momento. E uma das maiores dificuldades das famílias e também dos educadores é justamente encontrar esse equilíbrio.

Nesse sentido, é fundamental controlar e supervisionar o que é oferecido para as crianças. Os jogos educativos precisam ser, de fato, ferramentas que visam o desenvolvimento infantil. É por isso que eles devem ser escolhidos com critério. E uma alternativa, é fazer isso tendo em vista as matérias escolares.

Pense no tão conhecido jogo da memória: a memorização pode ser estimulada em qualquer momento da vida de uma pessoa, não é mesmo? No entanto, esse jogo se torna um desafio quando a criança trabalha habilidades específicas, como o reconhecimento de objetos, cores e animais, por exemplo. E a mesma sugestão vale para o quebra-cabeça, que trabalha a percepção a respeito de formas e padrões visuais a partir da comparação.

Por fim, os jogos educativos digitais também podem trabalhar uma ou outra competência em especial. Assim, se for interessante incentivar a coordenação motora, os jogos de pintar e desenhar podem ser úteis. Ou, então, existem jogos que trabalham a capacidade de leitura, assimilação de palavras e até a grafia. Já os jogos de aventura, por exemplo, inserem as crianças no universo da jornada do herói. Nela, é preciso aprender a superar desafios, uma lição que vale para várias situações da vida.

Com o PlayKids App, as crianças aprendem o tempo todo! São jogos, desenhos, livros e atividades para brincar e se desenvolver. Quer saber mais? Clique aqui e acesse nosso site!

Equipe do Blog PlayKids

Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.
Leia mais
Deixe um comentário

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 − 1 =

Pin It on Pinterest