Qual a importância da relação entre família e escola?

jan 17, 2022 | Educação & Tecnologia

Os melhores conteúdos para sua criança? Tudo bem, é PlayKids! Acesse o app!

Não é nenhuma novidade que, para que uma criança ou adolescente tenha um bom desempenho escolar, é essencial que haja uma parceria entre família e escola.

A família é o primeiro norte de uma criança. Ela é base que vai moldar sua personalidade, comportamento e servir de exemplo para seu desenvolvimento como indivíduos em construção e amadurecimento.

É inegável que, quando pequenos, os filhos copiem ações e comportamentos típicos dos pais e responsáveis. Afinal, na primeira infância eles são como pequenas esponjas. Ou seja, são capazes de absorver tudo que veem.

A escola, por outro lado, torna-se como um segundo lar. É um ambiente onde as crianças vão aprender a socializar com outras pessoas da mesma idade que a sua. Além, é claro, com adultos fora do seu núcleo familiar.

Os pequenos estão entrando na escola cada vez mais cedo. Por isso, cabe aos educadores apresentar conceitos como:

  • Hierarquia;
  • Convívio social;
  • Respeito às diferenças.

E, também estimulá-los para que tenham uma melhor comunicação, controle dos sentimentos e respeito ao próximo e ao meio ambiente.

O trabalho de educar não é e nem pode ser encarado como função unilateral. Não é trabalho apenas dos pais ou exclusivo da escola.

É uma parceria, um desafio que ambos os núcleos precisam compartilhar e unir esforços para que funcione de forma correta. Para que no futuro possam colher bons frutos.

Vamos entender um pouco melhor como família e escola devem atuar na formação e no desenvolvimento de crianças e adolescentes!

Leia mais:
Quiz PlayKids: perguntas que vão testar seu conhecimento sobre tecnologia na infância
Como as redes sociais influenciam as crianças?
Conheça as principais linhas pedagógicas e saiba escolher entre elas

Por que é importante que família e escola caminhem lado a lado?

A educação e o desenvolvimento físico, psicológico e socioemocional de uma criança são conquistas múltiplas.

Cabe tanto à família como à escola esse papel. Hoje, sabemos que a escola não pode ser vista e encarada apenas como um lugar para aprender disciplinas comuns de uma grade curricular engessada.

Ela precisa incluir em seu dia a dia atividades diversas. Oportunidades que promovam, também, o desenvolvimento humano das crianças ainda no Ensino Infantil.

A família, por sua vez, precisa acompanhar de perto esse processo de desenvolvimento e educação. Desta forma, poderão, em casa, dar continuidade a o que foi passado em sala de aula.

Por isso, é importante que pais e responsáveis — sempre que possível — busquem por instituições de ensino que ofereçam uma linguagem pedagógica. Também, que apliquem uma metodologia de ensino que coincida com a linha de raciocínio e ideologia da família.

A educação é uma via de mão dupla. Precisa de parceria, apoio, afetividade e um posicionamento humano diante das dificuldades encontradas no caminho.

A escola — quando necessário — precisa oferecer aos pais caminhos e soluções capazes de driblar bloqueios e comportamentos que fogem do normal.

Quais os reais benefícios da parceria entre família e escola para a criança?

Ter uma escola que preza pelo desenvolvimento infantil de forma integral e afetiva e uma família presente que mostre interesse em ajudar é transformador para a criança.

Não é nenhuma novidade que crianças e adolescentes com pais presentes, interessados e que se coloquem à disposição para ajudar, incentivar e dar suporte conseguem se desenvolver mais rápido e melhor.

A criança precisa se sentir segura e amparada para ter liberdade em se expressar, questionar, tirar dúvidas ou relatar de forma franca e sem medo suas dificuldades, medos e problemas.

Dentre os principais benefícios que uma boa relação entre família e escola proporcionam, estão:

  • Estímulo social;
  • Desenvolvimento da inteligência emocional;
  • Melhor desempenho;
  • Mudanças de comportamento;
  • Maior interesse pelos estudos e por conhecimento.

Como a escola pode incentivar a participação de pais e responsáveis?

É importante salientar que essa via de mão dupla deve acontecer de forma ordenada e natural. Cada um dos lados precisa compreender seu papel nessa missão tão nobre. Para ambos, a missão é de educar.

A escola precisa abrir suas portas para que a família possa participar ativamente de todo o processo de desenvolvimento da criança.

Para tal, algumas ações simples podem ser aplicadas. Entenda abaixo algumas delas.

Deixar as portas abertas

Abrir as portas da instituição significa romper barreiras que possam tornar a relação “família e escola” distantes e frias.

A escola e seus membros precisam compreender que os tempos mudaram. Agora, as novas gerações demandam de uma atenção e uma relação mais afetiva e próxima.

Este é o novo jeito de educar. Permitir que pais e responsáveis se sintam convidados a entrar no ambiente escolar para tirar dúvidas, dar sugestões e acompanhar de perto o desenvolvimento dos seus filhos.

Fazer uso da tecnologia

Cada vez mais a tecnologia vem sendo usada para a educação. Após a pandemia e o ensino à distância, essa realidade se tornou ainda mais nítida e necessária.

Usar a tecnologia a favor dos alunos é benéfico para seu aprendizado. Principalmente quando feita por meio de portais bem estruturados, plataformas de ensino seguras e aplicativos. Com essas ferramentas, o caminho se torna mais facilitado.

Principalmente para pais que possuem uma rotina corrida, sem muito tempo na agenda para se deslocar até o colégio a todos momentos.

Manter os dados dos alunos online em aplicativo com seu desempenho e a agenda de atividades como entrega de trabalhos, apresentações, feiras de exposição e testes e, ainda, um canal para que a família possa interagir com setores específicos por chat ou e-mail enriquece a relação.

Ter uma metodologia de ensino transparente

Foi-se o tempo em que o colégio apenas ensinava o conteúdo básico. O professor aplicava testes e trabalhos, dava uma nota X de avaliação e a família só ficava sabendo de algo no dia da reunião e entrega de boletim.

Sem direito a questionamentos, sem saber os motivos de um desempenho abaixo do esperado, sem participar das mudanças de metodologia de ensino ou proposta pedagógica.

Hoje, para conseguir bons resultados e atrair a família para dentro do colégio, é importante muito mais. A instituição deve ser transparente em suas ações, mudanças de percurso e método de avaliação.

É importante que ela chame os pais para participar de todo o contexto que envolve a educação de seus filhos. Com isso, poderá apresentar seu corpo docente e informar pontos importantes na didática aplicada.

Promover eventos integrados com a família

Feiras de ciência, roda literária, apresentações artísticas e esportivas. Festas de Dia da Família, junina, halloween e tantos outros eventos. Chamar a família para ver os alunos se apresentando em atividades diversas não é apenas diversão ou um “day off” qualquer.

É uma forma de levar os pais e responsáveis para dentro da escola. Assim eles participarão de um momento de lazer, vendo como seus pequenos estão desenvolvendo suas capacidades de falar e se expressar em público.

Fazer um rodízio entre os membros de conselhos

Os conselhos de pais e mestres dentro das escolas são bem comuns. Seja em colégios particulares ou públicos.

Porém, é comum a formação de “panelinhas”. Nelas, sempre os mesmos integrantes tomam para si a responsabilidade de integrar tais conselhos.

Cabe à escola e seus membros diretores promoverem um rodízio. Assim, aqueles pais e mães que tenham disponibilidade para participar ativamente das atividades poderão liderar grupos por período pré-determinado.

Tornando tudo mais saudável e promovendo uma renovação.

Individualizar diálogos

Cada criança é única. Por isso, elas têm seus desafios para enfrentar conforme vão crescendo e se desenvolvendo.

Por isso, não basta que a escola faça comunicados gerais em reuniões bimestrais. É preciso olhar com cuidado para cada aluno. Desta forma, conseguirá conversar individualmente com a família sempre que notar algum comportamento fora do normal.

Esse cuidado é importante. Tanto para que a relação família e escola possa ser estreitada, como para o bem-estar da criança ou adolescente.

E, então, a instituição de ensino que você escolheu prioriza uma relação família e escola aberta, transparente e com fácil diálogo?

No Blog PlayKids, você encontra tudo o que precisa saber sobre tecnologia, educação, parentalidade e desenvolvimento infantil, além dos lançamentos e novidades do PlayKids App. Assine a nossa newsletter e não perca nada!

Equipe do Blog PlayKids

Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.
Leia mais
Deixe um comentário

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × dois =

Pin It on Pinterest