logo-playkidsapp
Promoção Dia das Crianças

A segurança das crianças em novos aplicativos de vídeo

por | out 26, 2020

Atualmente, poder curtir os amigos pessoalmente ainda não é uma opção totalmente segura para as crianças e adolescentes, que continuam com a maior parte de suas atividades de forma online. Então, encontrar um novos aplicativos de vídeo pode ser interessante. Seria como encontrar sua própria praia para se divertir e passar momentos felizes. Mas, afinal, como manter seus filhos seguros nessa praia digital? É nesse momento que os pais atentos e antenados fazem toda a diferença.

Com tantos aplicativos de vídeo populares e cada vez mais sofisticados, disponíveis para download, é fácil entender porque a segurança acaba sendo a última coisa na cabeça dos nossos filhos. Por exemplo, o TikTok é um aplicativo que tem vídeos muito engraçados e as pessoas podem passar um bom tempo dando boas risadas.

No entanto, outubro é o mês nacional da segurança cibernética e o momento perfeito para conversar sobre segurança na internet. Porém, nem sempre temos informações suficientes para manter as crianças seguras em todos os novos aplicativos de vídeo que disputam nossa atenção. Por isso, resolvi criar uma lista com os aplicativos que merecem ser monitorados.

4 aplicativos populares para monitorar

1. Triller

Uma plataforma baseada em vídeo, muito parecida com o Tik Tok, que existe desde 2015. O Triller tem uma variedade de filtros e músicas que as crianças podem usar com os vídeos que criam.

O que monitorar: o conteúdo do Triller pode não sempre ser apropriado e, como os espectadores podem deixar comentários nos vídeos, existe o risco de cyberbullying. Além disso, a plataforma tem algumas lacunas de privacidade, como: coleta de dados, rastreamento de localização e um padrão de conta pública. Dessa forma, é importante destacar que todos os pontos podem ser modificados no campo de “Configurações”.

2. HouseParty

A plataforma de chat que permite vídeos em grupo foi apelidada de “App Quarentena”. Afinal, sua popularidade aumentou em 10 milhões de usuários adicionais durante o isolamento social. Houseparty permite que os usuários convidem amigos e “amigos de amigos” para sessões de chat de vídeo em grupo. As chamadas funcionam como uma festa. O aplicativo exibe até oito transmissões ao vivo na tela por vez, criando um sentimento instantâneo de comunidade.

O que monitorar: como o aplicativo permite que “amigos de amigos” transmitam ao vivo em um grupo, esse elemento desconhecido abre a porta para uma série de questões de segurança. Incentive a criança a negar pedidos de adesão de pessoas desconhecidas. Alguns usuários deixam as salas desbloqueadas durante a transmissão ao vivo. Entretanto, você pode incentivar seu filho a usar a função de cadeado para limitar as conversas a pessoas conhecidas.

3. Yubo

O aplicativo (anteriormente Yellow) também é chamado de “Tinder para Adolescentes”. Eles podem se conectar e transmitir ao vivo com pessoas que conhecem. Além disso, é possível se conectar facilmente com pessoas que não conhecem. Se dois usuários deslizarem a tela para a direita, Yubo deve gerar uma combinação e eles poderão compartilhar nomes no Snapchat ou Instagram. Outro aplicativo muito semelhante a este é o Hoop.

O que monitorar: o conteúdo no Yubo pode ser explícito e o cyberbullying pode surgir com mais frequência, pois contas falsas são comuns. O formato de deslizar de Yubo promove um padrão de correspondência voltado para a aparência e pode não ser saudável para alguns adolescentes.

4. Byte

Outro aplicativo de vídeo, semelhante ao Tik Tok. O Byte, apresenta vídeos curtos e foi criado pelos fundadores do agora extinto aplicativo Vine. Este não tem os filtros e a música de outros aplicativos de vídeo, mas tudo bem; a simplicidade é uma vantagem para os fãs de Byte.

O que monitorar: esteja ciente de conteúdo impróprio, cyberbullying nos comentários e “amigos” desconhecidos que podem fazer parte da comunidade de bytes do seu filho. Predadores online são conhecidos por alcançar as crianças neste aplicativo. Embora seguidores indesejados possam ser bloqueados, surpreendentemente, o Byte não permite que você torne sua conta privada.

Como manter as crianças seguras?

  • Configurações de privacidade

Para proteger a privacidade e impedir que pessoas desconhecidas se conectem com menores, maximize as configurações de privacidade em cada novo aplicativo.

  • Aumente as salvaguardas

Os aplicativos podem ser viciantes e desviar o tempo que as crianças e adolescentes têm para estudar, dormir e estar com a família. Uma solução de segurança abrangente pode ajudar os pais a limitar o tempo do dispositivo, monitorar a atividade e bloquear conteúdos e aplicativos perigosos.

  • Compartilhe com sabedoria

Até mesmo um vídeo de 15 segundos compartilhado com “apenas amigos próximos” pode acabar no stream público. Aconselhe seu filho a compartilhar apenas vídeos ou fotos que eles gostariam de mostrar ao mundo.

  • Proteja informações pessoais

Lembre seu filho de não compartilhar detalhes particulares sobre si mesmo ou seus familiares com ninguém online. Isso inclui e-mails, nomes completos, números de telefone, nomes de animais de estimação, nomes de escolas ou localização.

  • Bloquear e denunciar

Converse com seu filho sobre o que você considera apropriado versus conteúdo impróprio, como bloquear estranhos e como denunciar cyberbullying e golpes.

Enfim, continue conversando com seus filhos – sobre tudo. Em última análise, a ferramenta mais valiosa para manter a criança segura online será a sua consistência em ter um diálogo honesto e contínuo.

Leia mais: 

 

 

Escrito por Flavio Elizalde

Escrito por Flavio Elizalde

Pai da Sophia e da Alice. Diretor de Consumo e SMB da McAfee e apaixonado por tecnologia. Um de seus objetivos é educar os usuários de dispositivos conectados à internet a se protegerem contra crimes online e fraudes. Flavio é nosso autor convidado e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog PlayKids.

Nossas Redes Sociais

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Promoção Dia das Crianças

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =

Mais Posts
A importância de cuidar de quem cuida

A importância de cuidar de quem cuida

Você conhece a importância de cuidar de quem cuida? A chegada da pandemia causada pela Covid-19 trouxe diversos problemas. Aumentaram as taxas de doenças mentais entre pais, por exemplo. Também foram afetadas as crianças que tiveram que passar maiores períodos em...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest