banner_header

Crianças e professores à distância: alfabetização online

por | set 23, 2020

O retorno às aulas presenciais não parece estar próximo e as crianças continuam em casa assistindo às aulas de forma virtual. E aí é comum ver muitas dúvidas e opiniões sobre a alfabetização online. O que em março parecia ser algo que fosse durar algumas semanas, acabou se estendendo e sem prazo para terminar. Pelo menos até o momento! 

Em poucas semanas, pais, crianças, professores e diretores educacionais tiveram que se adaptar em tempo recorde a uma nova forma de ensinar – e aprender – devido ao confinamento: a educação obrigatória a distância.

Embora não estivéssemos preparados para enfrentar esses desafios, não há dúvida de que, desde o início da pandemia Covid-19, a tecnologia se tornou uma das melhores aliadas de alunos e professores. O celular e os computadores domésticos permitem o contato com instituições, professores e colegas. Enfim, uma conexão com o “exterior” feita com mais regularidade. Isso se aplica principalmente às crianças, que também tiveram que se adaptar a essa nova forma de se relacionar, estudar e brincar. O medo que muitos pais sentiam de expor seus filhos no mundo virtual precisou ser deixado de lado, para que pudessem manter uma vida mais ou menos “normal”. 

Como manter as crianças seguras no mundo virtual?

O que os especialistas sugerem é que os pais tomem medidas concretas para aumentar a segurança dos pequenos da casa. Deixar os filhos sem supervisão é um erro que pode custar caro. Por isso, recomenda-se a mediação

Você deve estar ciente que existem malwares na internet, porque eles continuam a aumentar. Isso significa que as crianças podem entrar em sites que colocam em risco a segurança do computador ou do celular, bem como as nossas informações. 

Para ajudar a proteger as crianças contra ataques de phishing e outros perigos virtuais, é melhor manter atualizadas as soluções de segurança em todos os dispositivos. Assim como também é essencial o uso de senhas fortes, optando pela autenticação de dois fatores para adicionar outra camada de proteção entre você, seus filhos e um invasor potencial. Isso implica a incorporação de uma medida de reconhecimento adicional que não seja apenas uma senha exclusiva.

Controle parental e dicas de segurança na internet

Por outro lado, os controles dos pais são o material mais útil para evitar que os filhos sejam expostos a informações prejudiciais ou simplesmente a coisas que os pais não querem que vejam. Além disso, pode-se registrar a atividade diária na web, para poder verificar no final do dia quais sites a criança ou adolescente já acessou.

Para que os pais se sintam seguros em deixar seus filhos conectados, preparamos 5 dicas de segurança online:

  • Sempre entre em sites oficiais e reconhecidos ou fornecidos por instituições de ensino.
  • Não baixe arquivos para o celular que você não solicitou.
  • Com um maior uso da internet em casa, preste mais atenção aos sites que as crianças entram. Certifique-se de definir o controle dos pais para limitar o acesso a sites não seguros.
  • Teste sites suspeitos em navegadores de desktop e móveis. Use ferramentas de reputação online para alertar sobre sites seguros. 
  • Se nos últimos 100 dias você suspeitar que entrou em sites inseguros, altere as senhas usuais dos principais acessos que você realiza em seu dispositivo.

Embora ter filhos em casa possa nos fazer sentir mais “seguros”, devemos lembrar que ainda existem riscos para os quais devemos estar atentos. A Internet é uma ferramenta poderosa e necessária para aprendizagem, compartilhamento e entretenimento. Porém, é importante sempre se manter vigilante e ensinar nossos filhos a usar a rede de responsável e segura.

Leia mais: 

 

 

 

Escrito por Flavio Elizalde

Pai da Sophia e da Alice. Diretor de Consumo e SMB da McAfee e apaixonado por tecnologia. Um de seus objetivos é educar os usuários de dispositivos conectados à internet a se protegerem contra crimes online e fraudes. Flavio é nosso autor convidado e seus textos não refletem, necessariamente, a opinião do Blog PlayKids.

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − nove =

Mais Posts
O que é paternidade afetiva?

O que é paternidade afetiva?

Quais os laços ou atribuições legais determinam o que pode ou não ser considerado um núcleo familiar? Traços genéticos, um documento assinado ou o livre arbítrio de cuidar e amar outrem como seu filho? Essa última parte define o que é paternidade afetiva. Um termo...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest