logo-playkidsapp
banner_header

A influência da tecnologia no desenvolvimento infantil

por | ago 31, 2020

Quem já deu um tablet para uma criança pequena, já deve ter notado a destreza que os pequenos dedinhos acham os aplicativos, quase que de forma natural. Às vezes, a criança tem dificuldade no manuseio de um giz, mas parece ter familiaridade com as telas. Por isso, é cada vez mais comum notar a influência da tecnologia no desenvolvimento infantil. E aí, a cabeça dos pais e do educador se enchem de perguntas como:  “E agora, o que eu faço com essa tecnologia?”. 

Bom, reforçamos que a Organização Mundial da Saúde (OMS) indica telas apenas para crianças com mais de dois anos. Ou seja, o ideal é evitar a tela como fim até essa idade, por conta da ação e a reação que as crianças precisam para seu desenvolvimento saudável. 

Quando e como a criança pode usar as telas?

Qualquer possibilidade precisa ter um momento ideal na rotina da criança, e um propósito claro: o de ensinar. Assim, a tela se torna mais um, dos muitos meios de ensino-aprendizagem que podem ser introduzidos durante a infância, de forma natural e funcional.

Essa geração é chamada “nativa digital”. Vivemos em uma sociedade que exige o domínio de novas tecnologias, tanto nas escolas, quanto no mercado de trabalho. Ou seja, introduzir essas inovações é uma forma de apresentar propósitos claros. Dessa forma, é possível, ensinar as crianças a usá-las de forma positiva e, inclusive, amparar uma cidadania digital

A educação digital futura é um problema atual, que podemos corrigir educando essa nova geração. Afinal, hoje temos a sensação de que a internet “é uma terra sem lei“, onde todos falam o que querem, sem consequências. Porém, isso não é inteiramente verdade, pois as leis valem também para o ambiente virtual. Por outro lado, a “sensação” de impunidade é real, e muito disso acontece porque a nossa geração cresceu sem direcionamentos de como e quando usar a rede. 

Algo que não é verdade para essa geração, que com o auxílio de pais e professores, pode usufruir de uma maneira muito saudável e progressista desse meio, colhendo frutos futuros de cidadania. Por esse motivo, que é importante que pais e professores trabalhem com a tecnologia na infância. 

A tecnologia no desenvolvimento infantil

A mediação contorna a forma que as crianças entendem o mundo, é ela que dá o tom, e de fato, a tecnologia é uma ferramenta poderosa de educação. 

Através da tecnologia é possível conhecer novas culturas, compartilhar, interagir e até matar a saudade de pessoas que moram longe. E, por isso que quanto mais cedo a criança puder ter contato com todas essas possibilidades, e aprender de forma positiva, melhor será o seu desenvolvimento e uso futuro. Além disso, quanto mais familiaridade, melhor essa criança manejará outras tecnologias futuras, que com certeza a acompanharão nas suas escolhas de carreira e de vida.

Enfim, somos nós pais e educadores que daremos o tom de como será a sociedade futura. Não à toa, que ter um filho é o passo mais importante, não apenas para a sua vida pessoal e seu ciclo familiar, mas também para a sociedade futura. Assim, a tecnologia é inegável, mas o como e quando depende muito de cada um. 

Leia mais: 

 

Escrito por Nathalia Pontes

Mestre em Psicologia da Educação pela PUC-SP e escritora de livros infantis, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação e tecnologia.

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − cinco =

Mais Posts

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest