logo-playkidsapp
Assine agora com 15% OFF no plano mensal!

Férias para quem?

por | dez 28, 2021

Pais e filhos nem sempre têm os momentos de descanso alinhados. Muito porque aquela estrutura tradicional de trabalho já não é aplicada em todos os setores. Se há alguns anos era comum que em janeiro houvesse férias e em julho, um período de recesso, hoje, isso não se vê em boa parte das empresas. É aí que entra a pergunta: “férias para quem?”.

Leia mais:
Como criar uma rede de apoio?
Por que criar crianças empoderadas?
Como pedir desculpas aos filhos?

Pais e mães empreendedores ou que atuam em organizações que fogem a essa regra, dificilmente têm como alinhar seu período de descanso com o dos filhos. Então o que fazer? Pois saiba que este não precisa ser um problema quando existe a devida organização.

Sobre isso nós preparamos este conteúdo. Siga conosco e saiba como lidar com o problema das férias incompatíveis entre integrantes da família.

Férias para quem? Os principais problemas para os pais

Períodos de férias são ótimos para as crianças. Por outro lado, com as crianças passando muito tempo sozinhas, é natural que os pais fiquem apreensivos. Principalmente quando não existe a presença de outro adulto em casa enquanto eles trabalham.

Assim, soluções geralmente são criadas. E nem sempre elas são as mais recomendadas. Acampamentos, visitas a parentes, colônias de férias, entre outras são exemplos. O problema é que nem sempre o pai ou a mãe sabe se está fazendo a coisa certa. Afinal: o que deve ser feito para que a criança passe seu tempo livre em segurança? Melhor: fazendo atividades úteis para o seu desenvolvimento?

Essa dúvida pode gerar uma série de erros. Seja colocando os filhos em situações desnecessárias, seja se excedendo nas cobranças. A questão é que férias representam período de descanso. E isso precisa ser respeitado até para que a criança volte bem ao ciclo escolar.

No geral, não é o fato de o pai ou a mãe não terem como alinhar suas datas com as dos filhos que deve fazer com que as férias não sejam úteis. A realidade é que existem inúmeras formas de se lidar com o problema, inclusive, qualificando ainda mais a experiência infantil.

Férias para quem? As soluções possíveis para os pais

Embora os compromissos de pais e filhos possam não ser compatíveis no período de férias, os das crianças geralmente são. Isso quer dizer que você pode se juntar com vizinhos que têm filhos com a mesma faixa etária e usar os recursos em comum para contratar um profissional específico. A ele damos o nome de recreacionista, que é alguém que vai passar o tempo com as crianças em ambientes de entretenimento.

Esse especialista pode trabalhar em salões de festas, playgrounds, entre outros. A ideia é que ele proponha atividades como brincadeiras, jogos e esportes. Isso garantirá a você a tranquilidade necessária para trabalhar com a certeza de que, em casa, a criança estará se divertindo e se desenvolvendo ao mesmo tempo.

Em geral, o mais importante é evitar que a criança fique só e sem ter o que fazer. Por isso, contar com um profissional capaz de propor atividades para aproveitar o tempo de maneira saudável é recomendado.

Fique atento às opções possíveis e procure fazer do período de férias algo produtivo para as crianças. Mesmo que você não tenha como estar presente, isso não quer dizer que elas devam abrir mão de experiências especiais nas suas férias.

Férias para quem? O que evitar para que as férias sejam produtivas

É importante que a criança aprenda o que representa o período de férias. Além de ser época para brincadeiras, ele é também uma maneira de recompensar quem se dedicou durante o período letivo e atingiu resultados.

Por esse motivo, é válido permitir que ela trace planos para o que fazer quando passar de ano sem recuperação, por exemplo. O que não pode é a criança não aproveitar essa época simplesmente porque o pai não tem como proporcionar viagens interessantes ou mesmo estar junto.

Para isso, a solução é usar a criatividade. Mesmo se o problema for dinheiro, é importante planejar atividades atrativas para as crianças. Tire delas aquele grau de responsabilidade que geralmente está associado à escola.

Soluções realmente não faltam. Ainda mais em tempos em que a tecnologia oferece acesso a praticamente tudo. Em relação a isso, não deixe de explorar o potencial que ela apresenta, mas sem excessos. Até porque o ideal é que a criança brinque, aprenda e gaste energia, o que geralmente não acontece quando ela fica o tempo todo conectada.

Em resumo, evite transformar as férias em algo apenas protocolar, como se fosse só mais uma época do ano. É importante que o período seja preenchido com ações realmente pertinentes para que a criança se divirta e continue evoluindo. Afinal, o desenvolvimento infantil não se dá apenas com as atividades de sala de aula. É necessário que suas experiências sociais e culturais também sejam planejadas nos demais períodos.

Férias para quem? Como começar a pensar nas férias infantis

Um primeiro passo interessante é traçar um planejamento em conjunto com as crianças para o período em questão. O importante é o pai e a mãe estarem no controle dessa organização para que as crianças criem projetos de acordo com as possibilidades da família. Isso quer dizer, considerando o orçamento e o tempo livre dos pais.

Brincadeiras, visitas a lugares locais, viagens, jogos, esportes, entre outras possibilidades devem ser levantadas. Sempre de maneira racional. Mesmo materiais como livros podem ser inseridos, desde que sejam atrativos para as crianças.

As tarefas devem ser dirigidas e instrutivas para que criem hábitos com o tempo. Por isso, a organização de quartos, além de atividades domésticas, também podem fazer parte da programação.

Aproveite a oportunidade para agendar visitas a lugares poucos explorados na sua cidade. Museus, teatros, mercados, entre outros, são locais que podem ser verdadeiros pontos turísticos para quem vem de fora, mas que são praticamente desconhecidos por habitantes locais. Organizando visitas a lugares assim, além de ensinar as crianças, também é possível prestigiar a cultura local.

Por fim, as férias para quem sabe se organizar, representam uma oportunidade para realizar uma série de ações.

No Blog PlayKids, você encontra tudo o que precisa saber sobre tecnologia, educação, parentalidade e desenvolvimento infantil, além dos lançamentos e novidades do PlayKids App. Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo!

Categoria:
Família
Escrito por Equipe do Blog PlayKids

Escrito por Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.
2 e-books para aproveitar as férias com as crianças. Baixe agora.

Nossas Redes Sociais

PlayKids News

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Assine agora com 15% OFF no plano mensal!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =

Mais Posts
O desafio da defasagem escolar

O desafio da defasagem escolar

O desafio da defasagem escolar é uma questão importante a ser debatida. Seja entre educadores, líderes escolares e também pelos pais. Durante a pandemia, as escolas fecharam, os alunos tiveram contato com outro método de aprendizagem e todas essas mudanças podem...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest