logo-playkidsapp
Fun Friday PlayKids - A diversão tá ON e o preço tá OFF! 17% OFF no plano anual

Como falar de racismo com as crianças?

por | nov 16, 2021

Muitos pais evitam pensar em como falar de racismo com as crianças porque acreditam que é este assunto é desnecessário. Afinal, racismo é um tópico complexo, que se permeia em momentos históricos e culturais que as crianças não conhecem.

Leia mais:
Como falar sobre cultura indígena com as crianças?
Round 6: como agir na relação entre crianças e conteúdos violentos
Como falar de sustentabilidade para crianças?

Além disso, muitos alegam que as crianças não enxergam diferenças entre etnias. Falar de racismo seria, assim, uma forma de destacar essas diferenças.

Porém, é preciso pensar que essa não é a realidade de todas as crianças. Crianças negras, indígenas e asiáticas sofrem com casos de racismo desde muito cedo.

Em muitos casos, as palavras e atitudes discriminatórias acontecem na escola. Os colegas, que ainda não foram educados sobre racismo, acabam sendo os causadores desses episódios.

Portanto, quando você fala sobre racismo com as crianças, evita que esses casos aconteçam. Além disso, abre as portas para conversas sobre temas sociais que são importantes em qualquer idade.

Saber como falar de racismo com as crianças é uma maneira de mantê-las mais seguras. Começando cedo, a educação antirracista dos seus filhos vai se refletir de maneira positiva na sociedade.

Como falar de racismo com as crianças?

Entendendo a importância de falar sobre o assunto, fica a questão: como falar sobre racismo com as crianças?

Sendo um tópico complexo, muitos pais se perguntam qual é a melhor maneira de abordar o assunto. Muitos não querem que os filhos se sintam punidos ou envergonhados durante a conversa, ou não querem impor seus pontos de vista.

Porém, comunicar de maneira honesta e consciente é o melhor caminho. Confira abaixo como falar de racismo com as crianças e se dedicar a uma educação verdadeiramente antirracista:         

Eduque-se e dê o exemplo

O primeiro passo para saber como falar de racismo com as crianças é, claro, saber falar sobre o tema. Para isso, você precisa se educar. Isso quer dizer ler livros, assistir documentários e ser curioso sobre o tema.

Uma dica muito legal é seguir criadores negros, indígenas e asiáticos que falem sobre questões de racismo nas redes sociais. Eles sempre trazem discussões interessantes e indicam leituras para quem quer saber mais.

Nesse mesmo sentido, dê o exemplo. Fomos criados em uma sociedade racista e, por isso, tendemos a reproduzir comportamentos racistas. Identifique no que você pode melhorar e não se sinta ofendido quando for corrigido. Sempre há espaço para ser melhor!

Não fuja do assunto

Muitos pais tendem a fugir do assunto quando as crianças questionam sobre racismo. Algumas vezes, por não saberem o que dizer, seja por constrangimento ou falta de conhecimento.

Evite fazer isso com seu filho. Se precisar, diga que vai pensar em uma resposta bem completa para ele e explicar mais tarde. E explique! Use esse tempo para pensar na melhor forma de explicar a questão.

Caso o problema seja a falta de conhecimento sobre o assunto, pesquise. Se seu filho for mais velho, convide-o para pesquisar junto com você. Assim, vocês podem aprender juntos.

Adeque a conversa à idade da criança

Pense no que faz sentido para a idade da criança. Introduzir assuntos como a escravidão, o imperialismo e as relações de poder e classe no Brasil para uma criança de quatro anos não faz qualquer sentido.

Porém, se seu filho tem dez ou onze anos, ele já sabe algumas coisas sobre o assunto. Nesse caso, fale com naturalidade, apresente o que sabe e incentive-o a pesquisar em fontes confiáveis.

Para os pequenos, introduza questões como etnias, diferenças visuais e como isso afeta a vida das pessoas. Não o incentive a “não enxergar diferenças”, mas sim a ver essas diferenças como algo a ser celebrado.

Reaja a incidentes de racismo

Infelizmente, seu filho vai se deparar com incidentes de racismo ao longo da vida. Seja os vendo pela TV ou na vida real. Logo, ele precisa saber como reagir a isso.

Nesse caso, o melhor é dar o exemplo. Não fique quieto diante de situações de racismo, e se posicione como antirracista. Busque apoiar e dar voz a pessoas negras, indígenas e asiáticas de maneira ativa.

Seja honesto sobre o que não sabe

Muitas pessoas que não sabem como falar de racismo com as crianças temem o próprio desconhecimento. Afinal, esse é um assunto que nunca se esgota. A cada nova incidência, aprendemos um pouco mais sobre o tema.

Esse medo é ainda maior quando nossos filhos são mais velhos. No começo da adolescência, eles começam a fazer pesquisas por conta própria e expressam suas opiniões livremente. Ficamos intimidados com o conhecimento que eles têm a mais que nós.

Em vez disso, procure aceitar esse conhecimento. Seja honesto sobre o que você sabe ou não sabe, e lembre-se que nunca é tarde para aprender, mudar e se tornar melhor. Quanto mais aberto você for ao conhecimento, mais fácil será não saber de tudo.

Exponha a criança à diversidade

Por fim, uma dica que vale para todas as idades: exponha as crianças à diversidade. Seu ciclo de amizade só tem pessoas brancas? Pergunte-se porque isso acontece. Você só lê autores brancos? Inclua diversidade na prateleira.

Apresentar a diversidade na mídia é uma das melhores formas de abordar o racismo com os pequenos. Filmes e desenhos animados são ótimas ideias para fazer isso.

No app da Playkids, você pode encontrar desenhos como Mytikah e Bino & Fino, que exaltam personagens históricos negros e trabalham a identidade cultural. Em African Nursery Rhymes, seu filho pode conhecer músicas africanas de forma alegre e dinâmica.

Valorize produções diversas, criadas por pessoas negras, indígenas e asiáticas. Quanto mais seu filho entrar em contato com a diversidade, mais antirracista ele pode se tornar.

Saber como falar de racismo com as crianças não é algo que se aprende de uma vez só. Não tenha medo de testar as águas e começar aos poucos. Com o tempo, isso vai se tornar mais natural para ambos os lados.

Para te ajudar nesse processo, conheça o E-book Original PlayKids: “Como Falar Sobre Racismo Com as Crianças”. Baixe aqui gratuitamente!

Categoria:
Crianças
Escrito por Equipe do Blog PlayKids

Escrito por Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.

Nossas Redes Sociais

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Ebook Original PlayKids

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =

Mais Posts
Como criar uma rede de apoio?

Como criar uma rede de apoio?

Você sabe como criar uma rede de apoio? Essa é uma tarefa fundamental para os pais. Isso porque é ideal que eles tenham ajuda de um grupo de pessoas com quem contar. Contudo, ter uma rede de apoio nem sempre é tão simples. Leia mais: Por que criar crianças...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest