logo-playkidsapp
Promoção Dia das Crianças

A importância de cuidar de quem cuida

por | out 9, 2021

Você conhece a importância de cuidar de quem cuida? A chegada da pandemia causada pela Covid-19 trouxe diversos problemas. Aumentaram as taxas de doenças mentais entre pais, por exemplo. Também foram afetadas as crianças que tiveram que passar maiores períodos em casa.

Essas doenças elevaram o risco para alterações emocionais na infância. Questões como o corona blues já são discutidas, assim como problemas de saúde e deficiência cognitiva.

Associada às doenças mentais está o estresse parental, que pode levar a interações negativas. Uma das consequências é justamente dar menos atenção às necessidades dos filhos e disciplinamento severo.

Considerando a importância de cuidar de quem cuida, para evitar a presença dos problemas de saúde e baixa qualidade de vida entre pais e filhos, desenvolvemos a leitura a seguir. Acompanhe.

Ansiedade e depressão durante a pandemia

Para grande parte dos pais, a pandemia representou um dos momentos mais estressantes. Surgiram diversas preocupações, como financeiras, na saúde e educação. Assim, os pais e responsáveis enfrentaram problemas com o psicológico, aumentando drasticamente o sofrimento. Tudo isso, sem contar com os efeitos secundários das medidas colocadas em prática para conter a pandemia.

A longo prazo, as consequências deste período representam o aumento do estresse e ansiedade das crianças e depressão dos pais. Contudo, pesquisas já mostravam que crianças expostas a tais problemas apresentam maiores chances de desenvolver problemas de saúde mental, além de riscos para a aprendizagem e comportamento. Por este motivo, desenvolver uma abordagem que demonstre a importância de cuidar de quem cuida é fundamental.

Burnout parental

Um estudo realizado em 42 países constatou o burnout parental na família de milhões de crianças, adultos e idosos há três anos. No entanto, a pandemia causada pelo Coronavírus também contribuiu para que pais e responsáveis perdessem boa parte do suporte para criar seus filhos. A síndrome de burnout está associada ao estresse e esgotamento ligados ao trabalho. No entanto, criar um filho também exige do adulto.

Ainda assim, a criança sozinha não traz esse esgotamento, visto que o burnout parental é resultado dos cuidados com os filhos somados ao ritmo que os pais vivem atualmente. Uma das explicações para a síndrome é que, quando os pais estão passando por esse esgotamento, ficam com um alto nível do hormônio cortisona no corpo.

Os pais com burnout parental podem ter cortisona duas vezes mais alta que aqueles que não apresentam. Uma das consequências da elevação são problemas somáticos, que podem aumentar os efeitos relacionados à digestão e dores de cabeça.

A importância de cuidar de quem cuida

Ainda que muitas das causas de problemas de saúde mental em pais e responsáveis esteja fora de controle, existem alguns passos que podem contribuir para melhorar a saúde e qualidade de vida.

Os sentimentos e emoções fazem completo sentido. Afinal, é um momento de dificuldade sem precedentes, que está acompanhado de situações de estresse, tristeza e ansiedade. Os pais devem entender que não estão sozinhos nesse sentimento, e perceber a importância de cuidar de quem cuida.

Como cuidar da saúde mental?

Saber como preservar a saúde mental é fundamental para que pais e filhos tenham saúde e qualidade de vida, resultando em boas relações familiares e evitando problemas de desenvolvimento. A seguir, você vai conhecer algumas formas de manter a saúde mental e cuidar de si mesmo.

Divida as tarefas

Diminuir as responsabilidades que recaem sobre os pais exige melhorar a divisão de tarefas. A casa é espaço de cuidado de todos que nela habitam. Por isso, é importante chamar todos da família para uma conversa, listando tudo o que acontece numa casa para que ela funcione e redistribuir o que cada um vai fazer.

Filhos devem ser incluídos nessa reunião e fazer a atividade de acordo com a faixa etária. É preciso tornar visíveis as atividades invisíveis que acontecem em um lar. Essa nova divisão, provavelmente, não será igualitária porque deve levar em consideração habilidades e tempo de cada um. Contudo, será mais justa ao tirar das costas da mulher todo o acúmulo da função.

Não busque a perfeição

Estamos em um momento que precisamos baixar a régua das nossas expectativas. Não há precedentes para o que estamos vivendo, portanto, não podemos achar que nossa reação deveria ser como antes.

É preciso reavaliar as cobranças internas e não se preocupar se algumas das expectativas não forem alcançadas. Faça essa análise de uma forma bem focada. O que você pode deixar de fazer? E isso vale para coisas aparentemente banais, como passar todas as roupas, até padrões de comportamento, como exigir perfeição extrema na entrega de um relatório.

Descanse sem culpa

Respeitando a importância de cuidar de quem cuida, o descanso tem de ser colocado na agenda de acordo com a sua possibilidade. Acreditamos no poder de cura da pausa regular, intencional, anotada na agenda.

Ou seja, não estamos falando em mirar no descanso que virá nas férias, a longo prazo. Mesmo que sejam cinco minutos diários, o hábito de se colocar como prioridade naquele momento vai trazer benefícios incalculáveis no longo prazo.

A pausa nos coloca em ordem, nos reenergiza e devolve a concentração. Que seja tomando um café, olhando para a janela ou mesmo dançando na frente do espelho. Descansar não é, necessariamente, deitar e ficar de pernas para o ar. Pense no descanso como uma forma de restaurar alguma parte do seu organismo.

Já há estudos que falam do poder da luz solar no humor e saúde das pessoas. A falta da vitamina D, produzida a partir do contato com o sol, pode fomentar sintomas de depressão e ansiedade. 10 minutos diários sentada próxima a uma janela ou no pátio podem ser fundamentais para sua saúde!

Você pôde conhecer no artigo de hoje a importância de cuidar de quem cuida, principalmente no momento em que vivemos, em que o burnout parental se tornou presente em boa parte das famílias, devido às consequências da pandemia de Covid-19.

Quer continuar acompanhando mais informações sobre família e paternidade? Então, leia mais artigos como este no blog da Playkids!

Categoria:
Família
Escrito por Equipe do Blog PlayKids

Escrito por Equipe do Blog PlayKids

A equipe do Blog PlayKids é formada por especialistas em desenvolvimento infantil, educação e tecnologia, parentalidade e educação.

Nossas Redes Sociais

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Promoção Dia das Crianças

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + dois =

Mais Posts
O que é educação parental?

O que é educação parental?

Quando falamos de educação, normalmente, o assunto é voltado para a criação das crianças. Porém, a educação dos pais, ou educação parental, é um tema que vem ganhando mais espaço em todos os âmbitos. Mas, afinal, o que é educação parental? Leia mais: O que é...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest