logo-playkidsapp
Promoção Dia das Crianças

Relação pais e filhos, aprendizagem para ambos

por | ago 30, 2021

Na nossa sociedade hierárquica, é comum imaginar que em todas as relações exista uma posição de poder. Claro que isso vem mudando com o tempo, e era muito mais forte na época de nossos avós, por exemplo. Mas mesmo assim, isso ainda é parte presente da nossa cultura e da nossa sociedade. Isso traz pressões tanto para as posições de poder quanto para as posições de seguidores, que provocam questionamentos e auto cobrança, que são, muitas vezes, desnecessárias.  As relações de poder se mostram quando falamos, por exemplo, de líder e liderado, professores e alunos, e claro, da relação pais e filhos. Em alguns lugares essas relações já estão um pouco mais horizontalizadas, o que, ao meu ver, é um ganho para todos os envolvidos.

Porque esse tipo de hierarquização é ruim?

Quando falamos de hierarquia, falamos de respeito, mas não de respeito mútuo e sim de uma parte mais fraca que deve respeito a uma parte mais forte. Além disso falamos de sabedoria, onde a parte “superior” é mais sábia, ou tem mais conhecimento, ou mais relevância. E essa visão deturpa as coisas, em vários pontos. Primeiro, porque o respeito deve ser mútuo e deve ser sentido por todos e todas independente de posições. E segundo, pois todos têm coisas a ensinar e agregar, e quando colocamos essa determinação por posição, nós eliminamos o mais “fraco” e adicionamos, muitas vezes pressões excessivas nos mais fortes. E isso é ruim para todos, e principalmente na relação pai e filho.

Não nascemos pais, nós nos tornamos pais 

De forma sócio-histórica, nós nos constituímos pais, à medida que trocamos com o nosso filho. Ou seja, nós não nascemos pais, e sim, nos tornarmos pais. Nos tornamos pais justamente pelo aprendizado diário com nossos filhos. 

Ou seja, se livrar de hierarquias, é o mesmo que se livrar das pressões de “ter que saber tudo”, “dar conta de tudo”, “fazer o melhor” e “ser o melhor pai do mundo”. Tudo isso é construído com base nas desigualdades das relações, pois é esperado essa sabedoria do mais forte para que ele ganhe respeito do mais fraco. 

Considere a relação pais e filhos de forma igualitária

Uma vez que consideremos essa relação de forma igualitária, nós damos as margens aos nossos próprios erros. Ao passo que damos as possibilidades que os nossos filhos errem também. Isso faz com que a relação seja saudável e equilibrada. Ou seja, você, pai, mãe, não vai dar conta de tudo, pois você não precisa dar conta de tudo. Pois a sabedoria de ser pai não é dada, e sim construída.  

Ou seja, quando você aprende um novo idioma, você não sai por aí falando tudo, certo? Você aprende uma palavra por vez. Mas essa lógica não se aplica a todos os aprendizados e, de forma socialmente construída (e muito maluca), essa lógica muda totalmente para a parentalidade. Essa lógica impõe e espera  que você, pai e mãe, saiba absolutamente tudo sobre educação, criação, imposição de limite, entre outras, porque você precisa ser o melhor pai do mundo. Além de irreal, essa perspectiva é injusta para os recentes pais, pois coloca expectativas absurdas, e não dá margem para o erro. 

Ou seja, é impossível nascer pronto. A jornada irá te formar pai e mãe. Então, relaxa, não se cobre. Lembre-se que você vai aprender a cada dia a ser pai e mãe e isso sim é uma relação. 

Leia mais:

Categoria:
Família
Escrito por Nathalia Pontes

Escrito por Nathalia Pontes

Mestre em Psicologia da Educação pela PUC-SP e escritora de livros infantis, acredita que aprender é uma combinação entre autoconhecimento, troca e curiosidade pelo novo. É apaixonada por educação e tecnologia.

Nossas Redes Sociais

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids
Promoção Dia das Crianças

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 11 =

Mais Posts
A importância de cuidar de quem cuida

A importância de cuidar de quem cuida

Você conhece a importância de cuidar de quem cuida? A chegada da pandemia causada pela Covid-19 trouxe diversos problemas. Aumentaram as taxas de doenças mentais entre pais, por exemplo. Também foram afetadas as crianças que tiveram que passar maiores períodos em...

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest