logo-playkidsapp
banner_header

Bino e Fino: um desenho cheio de representatividade negra

por | nov 18, 2020

Exemplos são fundamentais na infância. As crianças absorvem conhecimentos de todas as formas possíveis, mas são mestres em uma: copiar o comportamento de um adulto. Por isso, é tão importante que estejamos cientes de todos os nossos vieses quando lidamos com as crianças. Da mesma forma, bons exemplos são fundamentais e, quanto mais próximos da criança, mais força têm. Falar sobre a representatividade negra, por exemplo, é fundamental para o desenvolvimento dos pequenos. Que tal fazer isso com a ajuda de desenhos? Bino e Fino é uma ótima dica para uma sessão pipoca em família!

O poder da representatividade

Representatividade era um termo pouco conhecido até alguns anos atrás. Seu espaço era limitado a discussões acadêmicas ou encontros de ativistas em prol de minorias oprimidas. Felizmente, a discussão cresceu e hoje está bem mais abrangente e inclusiva. Seja no cinema ou na literatura, a representatividade exerce um papel fundamental na construção da nossa identidade e da nossa autoestima, independentemente da idade.

Quando pensamos em representatividade na infância, o tema é especialmente sensível, uma vez que é o momento em que as bases do nosso ser e estar no mundo são postas. Inclusive, a representatividade é uma ferramenta poderosa para inclusão social, redefinindo muitos aspectos do que pode ser considerado “marginal”. No entanto, produções que abordem essas questões ainda são pouco comuns e sofrem com dificuldades de financiamento e distribuição. O desenho Bino e Fino, disponível no PlayKids App, é um ótimo exemplo de quando tudo isso se alinha.

Bino e Fino: uma produção nigeriana disponível no PlayKids App

A produção nigeriana ganhou destaque há alguns anos exatamente por seu escopo incomum entre produções infantis. São personagens negros, cenários africanos e história de países que costumam ter pouco destaque nas aulas tradicionais de história. Bino é um menino que adora estudar e tem um pouco de medo de experiências novas. Já sua irmã Fino é destemida e adora futebol, tendo que enfrentar toda estranheza e preconceito que isso pode gerar. Junto com seus pais, avós e da fada Zeena, as crianças aprendem sobre reciclagem, energia elétrica e viajam para lugares pouco usuais, como Benin ou Timbuktu.

Uma visão diferente da história

A série apresenta uma visão diferente de vários processos que nos cercam e ensina um pouco de história para as crianças. Além disso, retoma épocas e impérios do continente africano dos quais pouca informação chega até nós, ainda hoje. Por exemplo, você sabia que Timbuktu, bem no meio do deserto do Saara, já foi um importante posto comercial e de estudos? Quem sabe quais conexões e aprendizados essa informação pode proporcionar à curiosidade do seu pequeno?

Leia mais:

Escrito por Leo Amaral

Midiálogo que ama livros, músicas e desenhos animados. Acredita que a curiosidade é fundamental e deve estar presente em todas as épocas da vida e que quando a tecnologia e a educação se encontram o aprendizado pode ficar ainda mais divertido. Faz parte da Equipe de Comunicação da PlayKids.

Mais lidas

Conheça o PlayKids

O que é PlayKids App?
Qual a importância dos aplicativos educacionais?
Você sabe como funciona o PlayKids?
Saiba como assinar PlayKids

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − doze =

Mais Posts

Ei, quer receber nossas
novidades toda semana?

E-mail cadastrado com sucesso!

Pin It on Pinterest